Newsletters

Newsletter 26

16 Mar. 2016
 

CIN otimiza linhas de enchimento e aumenta produtividade em 20%

Olbo&Mehler reestrutura unidade e reduz desperdício em 30% até 2017

"Melhorar" é palavra de ordem na Well's

Eugster Frismag reformula produção e logística

 

CIN otimiza linhas de enchimento e aumenta produtividade em 20%

 

 

A CIN e o Kaizen Institute Portugal desenvolveram um projeto de otimização do setor de enchimento da nave central do Pólo Industrial da Maia. Utilizando ferramentas como o SMED e o Standard Work foram reduzidas tarefas que não acrescentavam valor e normalizados os diferentes modos operatórios dos operadores, resultando na redução superior a 50% dos tempos de mudança tanto nas linhas de enchimento automático como enchimento natural.

 

Através da implementação do Kaizen Diário, da criação de supermercados para produtos intermédios específicos, da melhoria do processo de aprovisionamento de máterias-primas e embalagens e do desenvolvimento de ferramentas de monitorização foi possível obter no final do projeto uma maior flexibilidade e capacidade de resposta. A redução do número de ruturas no final do projeto foi superior a 50% face ao período homólogo do ano anterior.

 

Para sustentar as melhorias ao longo do projeto foram implementadas rotinas Kamishibai (confirmação de processo) num projeto que criou mais de 60 normas e onde foram formados cerca de 40 colaboradores.

 

Mais um caso de sucesso: Fábrica de Brancos e Vernizes Lean

Após a conclusão do primeiro projeto foi lançado novo desafio, que consistia no aumento de produtividade da fábrica de Brancos e Vernizes. Com o envolvimento de todos os colaboradores do setor e aplicando a mesma dinâmica e metodologia de trabalho foi possível ao fim de 6 meses de projeto aumentar em cerca de 15% a produtividade, reduzir os tempos de mudança mais críticos na ordem dos 40% e dotar a equipa com os 4 níveis do Kaizen Diário de forma a sustentar e continuar a melhorar todos os dias. O leadtime de produção do setor foi reduzido para menos de metade e as ruturas reduziram mais de 80% face ao período homólogo do ano anterior.

 

Fechado este ciclo, os desafios para 2016 já estão lançados e em curso sendo de esperar uma CIN cada vez mais forte e capaz de responder às necessidades dum mercado de tintas cada vez mais exigente.

 

A CIN actua no mercado das tintas e vernizes, estando presente nos principais segmentos de mercado: Construção Civil, Indústria e Proteção Anticorrosiva. Atualmente, emprega mais de 1.000 colaboradores em todo o mundo, tendo um volume de negócios anual a rondar os 194 milhões de euros, que lhe permite figurar no 53º lugar dos produtores mundiais de tintas e vernizes. Com sete unidades fabris em países como Portugal, Espanha, França, Angola e Moçambique, a CIN exporta também para vários mercados da Europa Central, da América Latina, África e Ásia.

 

 

 

Olbo&Mehler reestrutura unidade e reduz desperdício em 30% até 2017

Após conclusão do projeto, fábrica têxtil do grupo alemão Mehler, situada em Landim, estima obter ganhos de produtividade global de 17%

 

A Olbo&Mehler e o Kaizen Institute Portugal estão a desenvolver um projeto de reestruturação do processo produtivo da unidade do grupo têxtil alemão Mehler, localizada em Landim, Famalicão, que visa aumentar a produtividade e melhorar a qualidade. Após a conclusão do projecto – previsto para janeiro de 2017 e que incide sobre diferentes áreas –, a unidade especializada na produção de tecidos técnicos estima elevar a produtividade global em 17%.

 

A parceria entre a Olbo&Mehler e o Kaizen Institute iniciou-se com a análise da situação de partida tendo sido mapeada a totalidade da cadeia de valor. Deste trabalho de campo ressaltaram oportunidades de melhoria ao nível do desenvolvimento de standards de trabalho, comunicação entre os diferentes setores, monitorização diária dos indicadores e gestão visual.

 

Tecelagem reduz tempo de mudança em 30%

Após a análise detalhada da situação de partida, o passo seguinte consistiu na elaboração de um plano de ação, a instituir em 18 meses, e que abrange as diferentes áreas da empresa. Do desenho da visão futura da unidade da Olbo&Mehler de Famalicão consta a implementação de soluções técnicas como o SMED – que contribuirá para uma redução de cerca de 30% dos tempos de mudança na secção da tecelagem – e a ferramenta de qualidade Kobetsu Kaizen para combater o desperdício. O projeto pressupõe, também, o dimensionamento de matérias-primas e produto acabado, a normalização do trabalho de logística interna e a implementação de todo um sistema de melhoria e de cultura de melhoria contínua no seio da organização.

 

 
 

"Melhorar" é palavra de ordem na Well's

 

A melhoria contínua já faz parte do quotidiano da Sonae, sendo trabalhada pelas equipas de forma natural e espontânea.

Na Well's, uma insígnia dedicada à saúde e bem-estar, melhorar é uma palavra de ordem que se traduz diariamente na procura de oportunidades para ajudar a evoluir o negócio e as pessoas.

O envolvimento de todos é, portanto, essencial. Conscientes disso, as equipas de suporte Improving our Work (IoW) da Well's têm vindo a desenvolver processos e ferramentas que apoiam a sustentabilidade de toda a cultura de melhoria contínua:

  • Publicação de uma newsletter regular que apresenta as boas práticas desenvolvidas pelas equipas, resultados de auditorias e testemunhos de colaboradores sobre a experiência da melhoria nas suas atividades;
  • Desenvolvimento de um dossier completo de operação, que permitiu de forma normalizada e centralizada documentar todos os processos e atividades de loja, servindo de base para formação de novos colaboradores e preservação do conhecimento; este dossier é alvo de revisões regulares para assegurar que está de acordo com as alterações estratégicas e operacionais que vão sendo implementadas nas lojas ao longo do tempo;
  • Implementação de um plano de formação em práticas de IoW diário, dinamizado por colaboradores internos que, à medida que transmitem fundamentos e conhecimento teórico sobre a melhoria contínua, lhe acrescentam ainda o valor inestimável da sua própria experiência no gemba.  

Esta dinâmica permite às mais de 150 lojas Well's manter um ritmo constante de evolução no caminho da melhoria, perseguindo objetivos ambiciosos de crescimento de vendas e satisfação de cliente, só atingíveis graças à participação ativa e empenhada de todas as equipas.

O caso da Well's prova, indubitavelmente, que um dos pilares chave para o sucesso de uma estratégia de melhoria contínua assenta na dinamização das diversas vertentes de suporte junto das equipas: a comunicação, o coaching, o treino e capacitação dos colaboradores são algumas das áreas fundamentais para que a melhoria seja transformada numa forma de ser e estar, em cada hábito, cada comportamento e cada atividade.

A existência de recursos dedicados a este pilar é, portanto, decisiva para assegurar que após uma implementação inicial (suportada na proximidade de acompanhamento e sentido de novidade que normalmente lhe estão associados) o espírito de descoberta, estruturação e concretização de oportunidades se mantém e fortalece.

 
 
 

Eugster Frismag reformula produção e logística

Redesenho logístico da unidade de produção de máquinas de café permitirá à multinacional libertar 2,6 milhões de euros de cash-flow a 3 anos

 

A Eugster Frismag, que se dedica à produção de máquinas de café para uso doméstico, e o Kaizen Institute Portugal estão a desenvolver um projeto de melhoria contínua. Com foco na criação de uma cultura de melhoria contínua, o projeto – que terá a duração de três anos – pressupõe a aplicação das metodologias de normalização de processos que deverão produzir resultados visíveis nos índices de produtividades das linhas de montagem e pré-montagem, na redução de stocks e nos índices de motivação e eficiência dos colaboradores.

 

O projeto iniciou com a realização de uma Fase de Planeamento. Foi constituída uma equipa multidisciplinar para efetuar o mapeamento da cadeia de valor de uma família de produto e desenhar as respetivas soluções de melhoria. Cada uma das áreas da fábrica foi analisada incluindo o desenho do layout, as equipas e os stocks. Nesta fase do projeto foram realizadas observações no Gemba, nomeadamente nas áreas de logística, pré-montagem, montagem e injeção. Para além das soluções definidas em termos de linhas de montagem e gestão de stocks, foram também identificadas oportunidades a nível da gestão das equipas.

 

Em 2018 – data prevista para a conclusão do projeto –, as melhorias na unidade de produção permitirão optimizar resultados e minimizar desperdícios: os níveis de produtividade nas cincos linhas de fabrico e na linha central devem registar melhorias a rondar os 30%. Por seu turno, o volume de stocks deverá ser reduzido em 30%. A reformulação logística deverá permitir à multinacional suíça libertar mais de 2,6 milhões de euros de cash-flow a 3 anos.

 

Estes resultados decorrem de uma reformulação do sistema produtivo, com a implementação de ferramentas Kaizen Lean, nomeadamente, normalização dos abastecimentos, redefinição de layouts e balanceamento das linhas. Através da aplicação da metodologia SMED, a Eugster deverá ver os tempos de mudança e de ajustamento de moldes reduzidos em mais de 50%.

 

Um caso de sucesso continuado

Com o projeto Kaizen a Eugster Frismag pretende então aumentar a produtividade, minimizar os defeitos, reduzir o stock e, também, otimizar a operação logística. O ano de 2016 é o primeiro ano de intervenção do projeto. A aposta na melhoria da dinâmica e comunicação nas equipas, o acompanhamento regular dos KPI's e o envolvimento da Gestão de Topo permitirão o acompanhamento da evolução do projeto e sustentabilidade dos resultados.

 

 

Quer ser um melhor líder? 12 truques para conseguir sê-lo

Quais as diferenças entre liderança tradicional e a Kaizen? Ler mais

7 atitudes. Por exemplo, pergunte 5 vezes porquê

Profissionalmente é importante estar sempre a evoluir a melhorar o seu desempenho. Sete ideias para não estagnar na carreira. Ler mais

Um mundo sem reclamações. Se calhar é possível

Então o que fazer para evitar que este tipo de erro aconteça de forma recorrente? Chegar à causa raiz do problema, pois só assim evitaremos que o mesmo erro se repita. A questão que se coloca é “Como chegar à causa raiz do problema?”. E é aqui que o 3C entra, pois é uma ferramenta de resolução de problemas simples. Ler mais

A técnica é conhecida, mas garante resultados rápidos na sua empresa

Qual é coisa qual é ela que tem duração limitada, objetivos bem definidos e garante resultados rápidos com soluções de baixo custo? A resposta resume-se a uma só palavra: workshop. Alinhar vontades, disposições, formas e ritmos de trabalho é um desafio complexo. Ler mais

Três caminhos para controlar o erro

Nem sempre o erro significou fracasso. A criação dos famosos “post-its” de Spencer Silver, é um dos exemplos mais brilhantes disso mesmo. Ler mais

Siga-nos

Kaizen Facebook PageKaizen Twitter PageKaizen Linked In PageKaizen Google+ profileKaizen Pinterest profile

Pedido de Contacto:

 
 
 
 
 

Registo de Newsletter

 
 
 

Contacto 

KAIZEN Institute Portugal, Lisboa
Estrada de Alfragide, 67
Alfrapark, Edifício C
2610 - 008 Amadora
Tel: +351 21 099 0460
E-mail:pt@kaizen.com


KAIZEN Institute Portugal, Porto
Rua Manuel Alves Moreira, 207
4405-520 V.N.Gaia
Tel: +351 22 372 2886
Fax: + 351 22 372 2887
E-mail:pt@kaizen.com

 

Clientes Kaizen

Add as many pictures to the cell bellow
 Sakthi Kaizen Client Logo

Privacy and Cookies Policy